25 de mai de 2010

Caldinho de Bacalhau

Nada melhor que em dias frios (como os que tem feito nestes dias) como tomar um caldinho bem quentinho! Estes caldos me dão a sensação de aconchego, carinho, amor... Tem coisa melhor que desfrutar destes momentos em família ou rodeadas de amigos? Para mim, estas são as verdadeiras riquezas da vida!!!
Esta receita além de ser bem fácil de fazer, é econômica, pois ela é feita das partes do bacalhau que geralmente desprezamos. É verdade!!! Ela foi feita a partir da pele do bacalhau, do dorso de espinhas, barbatanas.... Você pode dizer um "Ecaaaa!!!" bem grande ao ler isto tudo, mas não seja preconceituoso(a), estamos em tempos de "não desperdiçar absolutamente nada", e o sabor e o resultado, valem a pena contra qualquer tipo de preconceitos!
Na nossa vida espiritual também acabamos por "desperdiçar" muitas coisas que a principio parecem "ruins", mas que ao final produzem um resultado bom e maravilhoso em nossas vidas. Na verdade, nunca queremos "provar, degustar" as "provações e dificuldades" ao longo de nossa caminhada com Deus mas, elas servem para nos nutrir espiritualmente, nos fortalecer, e fazer de nós verdadeiros cristãos, não apenas medíocres e convencidos, mas verdadeiros em nossa fé e convicções bíblicas.
"Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida"
Bem-aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam. Tiago 1:12

Vamos á receitinha do caldinho...
Ingredientes (P/ 4 pessoas):
  • partes de sobras de bacalhau (pele, espinha dorsal, barbatanas, etc...), bem lavados e desalgados.
  • 01 litro de água filtrada e fria
  • 1/2 litro de água filtrada e fervente
  • 01 cebola grande bem picadinha
  • 03 dentes de alho (grandes) amassadinhos
  • azeite á gosto, 01 colher (chá) de manteiga
  • pimenta do reino, e sal á gosto
Preparo:
Em uma panela coloque as partes de bacalhau para ferverem com um litro de água, deixe cozinhar bem até reduzir o líquido pela metade. Coe o caldo do cozimento do bacalhau e reserve.
Das partes do bacalhau que foi cozido, retire o que for "carne" do bacalhau e desfie com as mãos, reserve.
Numa panela, aqueça o azeite e refogue o alho e a cebola, junte o bacalhau desfiado e refogue um pouco, junte o caldo do cozimento, e deixe apurar, aos poucos vá acrescentando o restante da água já fervente, prove o sal e se necessário salgue á gosto, moa u pouco de pimenta do reino e desligue o fogo. Já está pronto o caldinho de bacalhau! Sirva com mini ezinhos bem quentinhos, e uma deliciosa manteiguinha... hummmm

Esta receita permite muitas variações, se quiser um caldo mais encorpado faça a seguinte variação:

Caldinho de bacalhau com batatas:
Descasque 02 batatas grandes e corte-as em cubinhos, quando acrescentar o caldo do bacalhau reservado, junte também as batatas e proceda com o cozimento até que as batatas estejam macias, não deixe cozinhar muito senão elas desmancham.

Outra variação ótima, e um pouco "sofistique", caso você queira impressionar seus convidados, é servir o caldinho em porções individuais com uma camada por cima de pão e queijo, fica delicioso!!! Segue a receita da variação abaixo:

Caldinho de bacalhau gratinado:
04 fatias (de 02 cm. de espessura) de pão italiano
150 grs. de queijo mussarela ralado misturado com 50 grs. de queijo parmesão ralado (divididos em 04 porções iguais)
Após o preparo do caldinho (como explicado na receita), divida-o em 4 partes iguais em tigelinhas para sopa, ou em panelinhas (tipo le creuset) individuais. Coloque uma fatia de pão sobre cada uma e despeje a mistura de queijos sobre o pão. Leve ao forno para gratinar o queijo e sirva em seguida.

19 de mai de 2010

Pavê de ameixa com doce de leite

Gente! Isto aqui é tudo de bom...
Tive como base a receita de Edú Guedes (to podendo hein!), mas... fiz umas adaptações(zinhas) de acordo com "meu gosto", mas postarei a receita de Edú Guedes na íntegra, e ao lado vou colocar as minhas alterações, assim cada um opta por fazer de acordo com seu gosto.
Tenho muita curiosidade pra saber porque este tipo de doce chama-se "pavê", na verdade deveríamos chamar de "pacumê".... hehehe, alguém resiste apenas a "ver" uma coisa deliciosa como esta??? Eu com certeza não! Agora é engraçado, que com a Palavra de Deus, muitas vezes nos limitamos apenas no "pavê", e não entramos no "pacumê"... não sei se estão me entendendo, mas hoje em dia tem uma infinidade de bíblias, de todos os tipos, leras, tamanhos, capas, desenhos, e etc... E o pior de tudo é que com tantas novidades acabamos por comprar várias delas... que ficam lindamente expostas em nossas estantes. Mas, com a bíblia não podemos nos limitar em olhar pra ela e dizer "que linda"! Temos que "comer" a palavra de Deus diariamente, temos que ter fome dela, nos enchermos dela, e o melhor de tudo, é que a Palavra de Deus é o alimento mais saudável, mais rico em nutrientes, e o mais simples pra nossa vida, alma, espírito, e pra sermos espiritualmente saudáveis! Se você ainda não comeu sua porção de hoje, corra!!! Pegue a sua e delicie-se! E agora... te ensino a delicia ai da foto, com certeza dá um pouquinho mais de trabalho do que ler a bíblia :), mas é muito gostosa também, e rende bem!

Ingredientes:

  1. 3 xícaras de (chá) de doce de leite (utilizei um pote de doce de leite da marca aviação)

  2. 1 xícara de (chá) creme de leite sem soro (equivale a uma lata mesmo)

  3. 2 1/2 xícaras de (chá) ameixa em calda (sem caroço)

  4. 1 xícara (chá) de calda de ameixa (se você comprar em lata, utilize a calda que sobra na lata)

  5. 1 xícara de (chá) de suco de limão (utilizei apenas 1/2 xícara)

  6. 1/2 xícara (chá) de água (p/ humedecer os biscoitos)

  7. 1/2 xícara (chá) de calda de ameixa (p/humedecer os biscoitos)

  8. 4 colheres de (sopa) suco de limão (p/ humedecer os biscoitos)

  9. 2 pacotes de biscoito tipo champagne (eu prefiro fazer pavês com biscoito tipo maizena, utilizei-os pra fazer a receita e gostei muito do resultado final!)

  10. 1 caixinha de creme de leite fresco (bate chantilly) para a cobertura (este item foi por minha conta, mas ficou maravilhoso! hehehe)

  11. 200 grs. amendoim torrado e triturado (este item também não faz parte da receita original, foi por minha conta que acrescentei e deu um toque especial de crocância a sobremesa!)

  12. ameixas em calda á gosto para decorar
Modo de Preparo:
Numa tigela, misture o doce de leite com o creme de leite até ficar bem homogéneo, (itens 1 e 2) reserve.
Bata a ameixa no liquidificador com a calda de ameixa e o suco de limão, (itens 3,4, e 5) reserve.
Misture á água, a calda de ameixa e o suco de limão (itens 6,7 e 8) formando a caldinha que você irá utilizar para humedecer os biscoitos. reserve.
Bata (conforme as instruções da embalagem) o creme bate chantilly - sem açúcar! Pois o prato é bem docinho já!, deixe na geladeira reservado

Montagem do pavê:
Numa travessa (eu utilizei uma retangular como você vê na foto, mas se preferir pode ser oval), coloque uma camada do creme de doce de leite, cubra com os biscoitos humedecendo os antes na calda, coloque por cima uma camada do creme de ameixas, e salpique os amendoins por cima, repita a sequência, e após finalizar, cuba todo o pavê com o chantilly fresco, decore com as ameixas reservadas, e um pouco de amendoim, e eu ainda coloquei um pouco de cobertura de caramelo comprada pronta p/ sorvetes na decoração.

Infelizmente esqueci de tirar fotos do pavê já cortado, provavelmente foi que eu perdi a concentração com tantos sabores deliciosos explodindo na minha boca ao provar esta gostosura! Ficou tão bom, que no dia do aniversário do meu Pai eu repeti a receita e levei pra casa dele pra comer de novo hehehehe!

11 de mai de 2010

Quiche de Queijo e Calabresinhas


Atendendo a pedidos dos meus amigos do orkut que viram a foto, mas queriam a receitinha, estou postando hoje. Na verdade parece uma "Quichique", mas é simplesmente muito fácil de fazer, além de ser uma receita "barata", com um bom rendimento, e o melhor de tudo...DELICIOSA!!!
No dia que fiz esta quiche, recebí amigos queridos aqui em casa, e eu amo caprichar pros meus amigos, não apenas pra estes especificamente, mas com certeza para aqueles que eu amo e tem um lugar muito especial na minha vida. Meditando nisto, pude perceber como sou rodeada de verdadeiros amigos, pessoas que me amam, e que eu também amo muito, algumas estão muito perto, outras estão longe dos olhos, mas com certeza são amadas na mesma intensidade. E percebi que, de alguma maneira, todas elas foram colocadas em minha vida por causa do amor de Deus, da graça contida no evangelho, e das conexões divinas que Deus nos prepara ao longo dos nossos dias. Eu não preciso de um milhão de amigos, (como diz em uma certa canção por ai), os que tenho valem muito mais que um milhão deles, não sei se são muitos ou se são poucos, o que me importa não é a quantidade que tenho, mas a qualidade do amor que sentimos uns pelos outros. E realmente, tenho convicção de que este amor veio e permanece porque é da parte de Deus! "Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão. Provérbios 17:17"
Agora vamos á receita:
Ingredientes da massa:
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 06 colheres de sopa de manteiga gelada em pedaços (utilizei um tablete de margarina de uso culinário)
  • 01 gema de ovo
  • 1/3 colher (chá) de sal (não coloquei sal, já tinha sal na margarina)
  • 4 colheres (sopa) de água fria


Recheio:
  • 01 copo de iogurte natural (200 grs.) - utilisei o desnatado, mas na receita pedia integral
  • 01 lata de creme de leite (300 grs.) - foi com soro e tudo!
  • 04 ovos (e ainda juntei a clara do ovo da massa que apenas pedia a gema, sem desperdícios!!!)
  • 03 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado (ai ai ai... coloquei o pacote todo de 50 grs.)
  • 01 pacote de calabresa fininha (cortada em rodelinhas bem fininhas)
  • 200 grs. de queijo mussarela cortado em cubinhos (utilizei queijo meia cura que minha mãe havia trazido de Minas)
  • 1/2 colher (chá) de sal (não coloquei, já tem sal na calabresa!)
  • orégano á gosto
  • 1/2 xícara (chá) de azeitonas fatiadas (sem caroço), utilizei as verdes.
Modo de Preparo:
Numa tigela misture a farinha com o sal, e vá adicionando a manteiga aos poucos, misturando com a ponta dos dedos (sem mexer muito), até formar uma farofa. Adicione a gema, e a água e misture rapidamente até ober uma massa lisa, forre o fundo e as laterais de uma forma de aro removivel. (se preferir abra a massa com o rolo, mas eu fui achatando com a mão mesmo, e cobrindo o fundo da forma e as laterais). Reserve.
Para o recheio, bata no liquidificador o iogurte, o creme de leite, os ovos (e a clara que sobrou da massa), sal, queijo parmesão. Ponha a mistura do liquidificador numa tigela e adicione o queijo picadinho, as calabresinhas, as azeitonas e o oregano. Misture bem. Despeje a mistura do recheio (fica bem líquido) na forma com a massa. Salpique mais um pouco e oregano por cima! Leve ao forno médio (180oC) e deixe assar até que a quiche esteja bem coradinha e o recheio esteja firme.
Depois basta retirar o aro da forma e servir a quiche quente ou fria! Pois dos dois jeitos ela é deliciosa.
Coloco mais algumas fotinhas abaixo dos amigos que saborearam conosco do prato. Bon Apetit!
Ananiel, Chris e Bia
A mesa posta! (servi a quiche com uma saladinha verde, e de entrada um caldinho de bacalhau, para acompanhá-lo pãozinho integral quentinho com manteiguinha... depois postarei as receitas dos acompanhamentos!)
E olha esta foto ai abaixo gente... não é minha não! Foi a minha amiga Pra. Débora Mota que com a minha receitinha fez a quiche abaixo e me enviou a foto! Parabéns Dé querida, ficou lindo d+, e eu estou mega orgulhosa :) Obrigada! beijinhos.

E essa foto aqui embaixo foi da quiche que a minha querida amiga e irmã, Pra. Débora Parisi fez pra família dela! Parabéns amiga, tá linda, e deve ter ficado deliciosa!